Juventude do Médio Mearim do MA participa de encontro de Quebradeiras de Coco Babaçu em São Luís

Representantes da juventude da região do Médio Mearim do Maranhão participaram da primeira oficina de discussão sobre o projeto pedagógico do Centro de Formação das Quebradeiras de Coco Babaçu, em São Luís nos dias 17 e 18 de janeiro. 
A oficina foi coordenada pela Associação do Movimento das Quebradeiras de Coco Babaçu (AMIQCB) ao qual integram mulheres quebradeiras de coco babaçu dos estados do Maranhão, Pará, Tocantins e Piauí. O encontro reuniu representantes de diversas instituições, entre universidades e associações de mulheres, de jovens e de apoio à produção. 


Projeto pioneiro no país, o Centro de Formação das Quebradeiras de Coco Babaçu tem por objetivo capacitar jovens e mulheres visando melhorar a produção agroecológica das comunidades extrativistas e a conservação do meio ambiente. A iniciativa faz parte do projeto Floresta de Babaçu em Pé que conta com apoio do Fundo Amazônia.
“Para mim enquanto jovem foi um momento de muita troca de experiência e de conhecimentos. Este centro pode vir a fortalecer cada vez mais as atividades de jovens e das mulheres quebradeiras de coco para que tenhamos cada vez mais uma melhor qualidade de vida no território”, observou a jovem representante da Associação em Áreas de Assentamento no Estado do Maranhão (ASSEMA), Betsaida de Sousa Moreira. 
“O encontro foi muito proveito com novas experiências e conhecimentos. Acho isso muito importante porque os jovens de hoje, principalmente os filhos das quebradeiras que não tem muitas oportunidades de centros de formações, o que são uma base para que eles cresçam, se informem e tenham uma vida social”, disse a estudante Mayara Soares de Sousa, da comunidade de São Manuel, em Lago do Junco. Mayara também faz parte da Associação de Jovens Rurais (AJR) instituição que reúne jovens de 12 comunidades da região do Médio Mearim.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

deixe seu comentário