Audiência pública e caminhada para comemorar o Dia das Quebradeiras de Coco Babaçu no Médio Mearim no dia 24 de setembro

No dia 24 de setembro é comemorado o Dia Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu. Para comemorar a data, na região do Médio Mearim no Maranhão, será realizada uma audiência pública, caminhada e momento cultural, no município de Lago do Junco-MA.

As atividades estão sendo organizadas pela Associação de Mulheres Trabalhadoras Rurais de Lago do Junco e Lago dos Rodrigues (AMTR) com apoio de diversas organizações, entre as quais, a Associação em Áreas de Assentamentos no Estado do Maranhão (Assema), a Associação de Jovens Rurais (AJR), a Cooperativa de Pequenos Produtores de Lago do Junco (Coppalj), o Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (Miqcb), além de sindicados de trabalhadores e trabalhadoras rurais e escolas famílias agrícolas.  

A programação será iniciada às 13h com audiência pública na quadra poliesportiva Jeferson Sousa, que discutirá o tema “Identidade Local também é Questão Escolar”.  Após a audiência pública, será realizada uma caminhada e ato político pelas ruas de Lago do Junco, seguidos de momento cultural ao retornarem à quadra poliesportiva.

“A AMTR, organização que este ano completou 30 anos, neste Dia da Quebradeira de Coco Babaçu, convida mulheres do campo e das florestas para discutir e debater questões como a educação do campo, a defesa do babaçual, o acesso ao território e também denunciar as agressões, os desmatamentos e o uso demasiado de agrotóxicos. Nossa história é marcada por luta e resistência, então, este momento é de reflexão, diálogo e conscientização”, destacou a presidente em exercício da AMTR, Maria das Dores Vieira Lima.      

No Maranhão, o dia da Quebradeira de Coco Babaçu foi instituído pela Lei n° 102/2011. A quebra do coco babaçu é uma atividade extrativista na forma tradicional. Até a década de 80 não existia nenhuma expressão política, embora a atividade tivesse importância econômica, sendo sempre ainda que ameaçada por desmatamentos, queimadas e conflitos no campo. Além do Maranhão, a data é comemorada também nos estados do Pará, Piauí e Tocantins.

Em São Luís, no dia 23, também será realizada uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Maranhão com o tema “Quebradeiras de coco: Resistência no Babaçuais”, a partir das 13h, também como parte das comemorações pela data do dia 24 de setembro.

Compartilhe

deixe seu comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/assemaor/public_html/wp-includes/functions.php on line 5279