ASSEMA promove minicurso de processamento de polpa de frutas

Estudantes e monitores de Escolas Famílias Agrícolas e Agricultores Familiares da região do Médio Mearim/MA participaram, entre os dias 13 e 15 de novembro de 2018, do minicurso “Polpas de Fruta – Oportunidades e Desafios para a Agricultura Familiar”, promovido pela Associação em Áreas de Assentamento no Estado do Maranhão (ASSEMA), com apoio do Fundo Amazônia.
A atividade teve como objetivo mostrar aos participantes as oportunidades de negócios da fruticultura com o foco no aproveitamento e processamento de polpas de frutas da região.
A formação ocorreu nas EFA´s das comunidades de Pau Santo (Centro Familiar de Formação por Alternância de Ensino Médio e Profissionalizante Manoel Monteiro – CEFFA) e de São Manoel (Escola Familiar Agrícola Antônio Fontenele) no município de Lago do Junco e no povoado de Santo Agostinho (Escola Família Agrícola de Lago da Pedra) no município de Lago da Pedra.
Com oito horas de duração para cada formação, o minicurso abordou questões que envolvem toda a parte de processamento de polpa de frutas, a legislação sanitária, higienização, armazenamento e comercialização.
“Neste minicurso, nós apresentamos aos participantes as oportunidades da fruticultura para que elas possam aproveitar as frutas produzidas na região e ter uma fonte de renda a mais, primando pela qualidade desde a colheita até à comercialização”, explica o técnico em agropecuária da ASSEMA, Ronaldo Carneiro de Sousa.
De acordo com o técnico, há uma produção considerável de frutas na região, porém a perda também é grande por falta de aproveitamento de espécies como manga, acerola, cajá e caju.
Por outro lado, a ASSEMA incentiva a Agricultura Familiar a cultivar espécies frutíferas consorciadas com madeireiras, por meio de Sistemas Agroflorestais (SAF´s), ações financiadas pelo Fundo Amazônia, como forma de estimular a produção de alimentos saudáveis e a diversificação da economia familiar. Dessa forma, a formação em processamento de polpa de frutas para estudantes e produtores da região do Médio Mearim também integram a estratégia da ASSEMA pelo direito à soberania e segurança alimentar.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

deixe seu comentário