Alunos de Escolas Familiares Agrícolas (EFA) aprendem a fazer cerca viva

Com espécies frutíferas e madeireiras, alunos de escolas familiares agrícolas (EFA) da região do Médio Mearim, aprendem na prática a fazer cerca viva e implantar sistemas agroflorestais (SAF’s).

A vivência prática foi desenvolvida com alunos do terceiro ano do Centro Familiar de Formação por Alternância de Ensino Médio e Profissionalizante Manoel Monteiro, localizada na comunidade Pau Santo, no município de Lago do Junco/MA, no dia 21 de fevereiro (2019) e contou com orientação e acompanhamento de técnicos da Associação em Áreas de Assentamento no Estado do Maranhão (ASSEMA).

O objetivo da atividade, desenvolvida pela ASSEMA e apoiada pelo Fundo Amazônia, é melhorar o sistema de produção agroecológica do CEFFA’s, dando continuidade à implantação de sistemas agroflorestais SAF’s e de cerca viva.

“Esta foi a segunda vivência prática agroecológica desenvolvida com os alunos do terceiro ano do curso profissionalizante técnico em agropecuária na propriedade do CEFFA Manoel Monteiro. Dessa forma, os alunos vivenciam na prática, sob orientação técnica, o aprendizado em sala de aula”, observa o técnico da ASSEMA, Agenor Nepomuceno Damascena.

Ao todo, participaram da atividade 30 alunos e um pai de aluno, acompanhado por quatro técnicos, sendo três da ASSEMA (Agenor Nepomuceno Damascena, Lúcio Osvaldo Rabelo Mendes Neto, Antônio Pereira Rocha) e Vicente Gomes Damascena Filho, da ACEMEP.

Na vivência prática, os alunos realizaram trabalhos pedagógicos como abertura de berço, transporte de esterco, adubação de fundação, transporte e plantio das mudas de frutíferas e madeireiras, de acordo com o arranjo planejado para a área. Também aprenderam na prática a realizar a abertura de berços e alinhamento da cerca viva. “O objetivo da cerca viva é proteger o sistema agroflorestal, contra a entrada de animais”, explica Agenor Damascena. Ao todo foram plantadas cerca de 350 mudas de plantas entre as quais espécies como jatobá, mogno, castanheira, angelim, acerola, açaí, cupuaçu e outras.

As atividades desenvolvidas pela ASSEMA com apoio do Fundo Amazônia no CEFFA Manoel Monteiro fazem parte da estratégia pelo direito à soberania e segurança alimentar e nutricional, ações estas que se ampliam em mais duas escolas de ensino fundamental por alternância nos municípios de Lago do Junco com a Escola Família Agrícola Antônio Fontenele e em Lago da Pedra com a Escola Família Agrícola de Agostinho Romão da Silva.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

deixe seu comentário